Alunas do projeto ‘Mulheres Mãos à Obra’, em Volta Redonda, têm programação especial no mês de março

por Maria Júlia Freitas

Rodas de conversa sobre violência doméstica e familiar foram um dos temas no Centro de Qualificação Profissional (CQP), no bairro Aero Clube

A programação do mês da mulher segue com muitas atividades em Volta Redonda. Nessa terça-feira, dia 12, a Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres e Direitos Humanos (SMDH) promoveu uma roda de conversa com as alunas do projeto ‘Mulheres Mãos à Obra’ no Centro de Qualificação Profissional (CQP) Aristides de Souza Moreira, no bairro Aero Clube, sobre violência doméstica e familiar.

A assessora técnica da pasta de Promoção de Políticas para Mulheres, Kátia Theobaldo, ressaltou que ainda esta semana outras atividades serão desenvolvidas em espaços públicos para comemorar as conquistas e direitos do sexo feminino, ampliando a conscientização para toda a população.

“O objetivo desta ação é levar informações e apresentar os serviços que a Secretaria de Políticas para Mulheres e Direitos Humanos oferece às mulheres vítima de violência e em situação de vulnerabilidade social, tendo com elas um papo muito produtivo e emocionante. É importante ouvir os atravessamentos que cada uma dessas mulheres enfrenta no seu dia a dia e mostrar a elas que nenhuma está sozinha e que estamos aqui, presentes para ajudá-las”, afirmou Kátia Theobaldo.

Além de Kátia, participaram da roda de conversa com as alunas do ‘Mulheres Mãos à Obra’ a advogada Patrícia Vieitas e a assistente social Júlia Rodrigues do Ceam (Centro Especializado de Atendimento à Mulher) – órgão público ligado à SMDH que oferece assistência social, jurídica e psicológica às mulheres vítimas de violência – e a assistente social Thamires Torres, da Divisão de Políticas de Promoção de Diversidade de Gênero.

 

Especialização em construção civil

O projeto ‘Mulheres Mãos à Obra’ capacita mulheres de Volta Redonda em cursos da construção civil, com aulas diárias e materiais gratuitos. Após quatro meses de estudo, elas sairão formadas nos cursos básicos de bombeira hidráulica, eletricista predial, pedreira de acabamento e revestimento predial, pedreira de alvenaria, pintura predial, e de solda com eletrodo revestido, corte oxiacetilênico e operadora de esmerilhadeira.

O projeto é de autoria da SMDH em parceria com a Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda), o Gegov (Gabinete de Estratégia Governamental), a Smas (Secretaria Municipal de Assistência Social) e a Fundação Beatriz Gama (FBG).

 

Programação do mês da mulher

Dias: 13 e 15/03

11h às 14h

Sider Shopping

Distribuição de exemplares da Lei Maria da Penha, material informativo sobre as campanhas e aconselhamento com assistente social, psicóloga e advogadas no combate à violência doméstica e familiar contra a mulher.

 

14/03

9h

Cras Açude I

Roda de conversa: ‘Cuidando de quem cuida’

9h

Tenda da equipe da SMDH na Feira Livre do bairro Volta Grande

19/03

9h

Tenda da equipe da SMDH na Feira Livre do bairro Retiro

20/03

14hs

Cras Açude I

Tema: roda de conversa: ‘Cuidando de quem cuida’

20/03

15h

Paróquia São José

Açude II

Roda de conversa com o grupo ‘Construindo Talentos’

22/03

Cras Jardim Belmonte: papo de Maria, sororidade

Ceam (Centro Especializado de Atendimento à Mulher)

25/03

9h

Tenda da SMDH na Feira Livre do Santa Cruz

27/03

9h

Tenda da equipe da SMDH na Feira Livre do Volta Grande

28/03

14h- Cras Água Limpa

Papo de Maria, Sororidade – equipe CEAM

28/03

14h

Cras do Açude I

Tema: roda de conversa ‘Cuidando de quem cuida’

Fotos de divulgação

Secom/PMVR.

Você pode gostar

Deixe um comentário