Maternidade do Hospital São João Batista, em Volta Redonda, lança projeto ‘Alta Feliz’

por Maria Júlia Freitas

Volta Redonda

Mamães ganham kit de enxoval e uma cartilha com orientações sobre os cuidados do recém-nascido; projeto foi realizado em parceria com o UniFOA

 

O Hospital São João Batista (HSJB), unidade da Rede Municipal de Saúde de Volta Redonda, mais uma vez inovou na humanização com as gestantes atendidas na maternidade do SUS (Sistema Único de Saúde). O hospital lançou na manhã desta terça-feira, dia 20, o projeto “Alta Feliz”, no gabinete do prefeito Antonio Francisco Neto, no Palácio 17 de Julho, bairro Aterrado.

 

O “Alta Feliz” consiste na entrega de um kit de enxoval (com fralda, toalha, meias, trocador, diploma de nascimento e foto do recém-nascido), além de uma cartilha para as mamães com orientações sobre os cuidados do bebê.

 

“A maternidade do Hospital São João Batista vai ser uma referência em todo o estado do Rio de Janeiro. Estamos investindo na unidade que está recebendo obras de reforma e ampliação, além de diversas melhorias nos setores de urgência. A saúde pública em Volta Redonda é levada a sério”, disse Neto.

A cartilha foi produzida em parceria com o UniFOA (Centro Universitário de Volta Redonda); o presidente da FOA (Fundação Oswaldo Aranha), Eduardo Prado, acompanhou o lançamento. O vice-prefeito e diretor-geral do HSJB, Sebastião Faria, fez a primeira entrega do kit à mãe Fernanda Braz Azevedo Bernal, que deu à luz ao seu primeiro filho: Isaac Braz Bernal, no último domingo (18/2), na maternidade do hospital.

 

Fernanda Bernal comentou da satisfação em ser a primeira mãe a receber o kit e que o acolhimento na maternidade do Hospital São João Batista superou as expectativas.

 

“Eu tive uma experiência maravilhosa na maternidade, fui muito bem recebida desde quando cheguei no hospital. Passei por uma cesariana para ter o meu filho e quando a equipe me falou sobre o projeto “Alta feliz”, me surpreendi ainda mais com o atendimento. Anteriormente, tinha muito receio com parto na rede pública, mas pela minha vivência pude ver que o acolhimento é gratificante. Recomendo que outras mães possam ter o seu filho no Hospital São João Batista”, disse Fernanda.

O vice-prefeito e diretor-geral do HSJB, Sebastião Faria, citou que o “Alta Feliz” marca mais uma iniciativa pioneira na Rede Municipal de Saúde. “O projeto humaniza mais uma vez o atendimento na maternidade do Hospital São João Batista, oferecendo um tratamento ainda mais completo às mães e aos recém-nascidos do município”, completou Faria.

 

A coordenadora da Pediatria do HSJB, a médica Thaís Junqueira Ferraz Villela, comentou que a cartilha “Alta Feliz” também está disponível para as mães em áudio e em vídeo com interpretação em Libras (Língua Brasileira de Sinais), e pode ser acessada ao escanear o QR Code dentro do kit.

 

“Cuidar do bebê pode parecer desafiador nos primeiros momentos de vida, mas o projeto ‘Alta Feliz’ vai auxiliar e esclarecer as principais dúvidas e preocupações sobre os cuidados necessários para que a família viva essa experiência com mais segurança e tranquilidade. É fundamental esclarecer também que o guia não tem todas as respostas, por isso, a mãe e o bebê devem comparecer às consultas de puericultura e manter o cartão de vacinação do recém-nascido em dia”, explicou a médica.

 

Fotos de Geraldo Gonçalves – Secom/PMVR.

Você pode gostar

Deixe um comentário