Calendário Cultural Semanal

por Maria Júlia Freitas

 

A Cia Calegari apresenta neste fim de semana, o grande clássico de Ariano Suassuna, o emocionante e divertidíssimo O AUTO DA COMPADECIDA!!! Com o elenco da Cia Calegari e direção de Danilo Calegari.

Uma oportunidade de conferir os talentos da nossa região em uma sala de espetáculos que carrega muita história e referência.

 

Data: 21 e 22/10         Horário:19h     Local: Parque da Cidade, sala de espetáculos Lurdinha Chiesse

Ingressos: https://l.instagram.com/?u=https%3A%2F%2Fwww.sympla.com.br%2Fespetaculo—o-auto-da-compadecida__2207977&e=AT0Qk39QnabLzMkroL5aqBswNSS8Wiy1rnPRzS-Kro1_7GqlbRrBb6m8jGkduXltvCIH-Gggpya3JbLj4FL5ZyjEEWK4tOFkNCBMMFvjIheG3bxanqHdJck

 

Tem exposição Diáspora Fashion – Negrita: Amor ancestral na arte de se vestir por Karine Priscila e Ana Balarin com Coordenação de Aline Regina de Souza. Está em exibição a arte de Karine Priscila, que através da ancestralidade, do resgate cultural e inspirada em técnicas milenares de pintura e tingimento, como Batik Africano, foi capaz de reinventar a sua marca de roupas, a transformando em uma referência de moda afro-brasileira, autoral e sustentável. E as artes feitas por Ana Balarin, que acompanhou desde o início essa transformação e registrou em suas fotografias a trajetória da Negrita modas e de suas coleções.

 

Mesa de conversas com o tema: MODA DECOLONIAL E SUSTENTÁVEL,

 

Que contará com a presença de: Camila Loren , Design de Moda, professora, figurinista, CEO e diretora criativa da marca que leva o seu nome o Ateliê Camila Loren, uma marca carioca, feminina, sustentável e show fashion, que difundiu-se através da riqueza de técnicas artesanais e resgate ancestral. Com uma moda diversificada e plural, vestindo mulheres reais com peças sob medida.

 

E Silvia Donizeti, representante do coletivo de mulheres negras #PretaEu, um coletivo de mulheres negras, nascido em 2016 em uma garagem no centro de Jundiaí, com o intuito de empoderar mulheres negras e afrodescendentes através do conhecimento, economia criativa e engajamento social, fomentando representatividade e visibilidade nos cenários onde atuam, principalmente focado em empreendedorismo afro feminino. Atualmente o coletivo possui 17 mulheres e tendo o EncontrAfro, como o seu carro chefe, envolvendo diversas iniciativas e linguagens a fim de promover a produção artístico-cultural nacional do povo negro.

 

Visitação a exposição:  17 a 29 de outubro, de segunda a sexta, das 8 às 17 horas, e aos sábados e domingos, das 9 às 15 horas com entrada gratuita.

 

Mesa de conversa Dia: 21/10                         horário: 10 horas         Local: Palácio Barão de Guapi- Barra Mansa.

 

Todas as atividades com entrada gratuita

 

E pra finalizar nossas dicas, não percam os últimos dias para conferir a exposição ‘Nascidas do Barro – Expressões e Histórias’, da artista plástica Cintia Neves.

 

As obras em cerâmica foram feitas em diferentes técnicas, representando principalmente pessoas, revelando sentimentos, expressões e características peculiares. O Arigó, pássaro símbolo histórico de Volta Redonda, também é bastante evidente nas esculturas.

Data: até dia 20 de outubro     horário: das 13h às 18h Local: Galeria de Arte Cílio Bastos – Espaço Cultural GACEMSS

Você pode gostar

Deixe um comentário