Encontre a Paz Interior

Aprenda a Acalmar a Mente em um Mundo Agitado através da Meditação

por sergiocjr

Por Driele Quinhoneiro

Desapegar-se da imagem clichê de uma mulher respirando profundamente em uma linda paisagem pode ser a sua primeira parada para de fato ir em direção à paz.

Deixar ir a ideia de que a meditação só tem um formato e esse é sentado de pernas encruzilhadas, de olhos fechados com o objetivo de esvaziar a mente pode ser a sua segunda parada.

Começa a clarear que para sentir o aroma da paz requer um processo de despir-se.

Esse texto também traz um convite de celebrar o seu potencial de cuidar de si, eu aqui sentada no sofá de uma cidade do interior do Rio Grande do Norte posso saber pouco sobre o significa para seu corpo-coração a paz.

Seria alguém cuidar do seu jantar sem que você precise preocupar? Seria um lençol limpo recém colocado na cama para sua noite de sono? Seria um sorriso daquele quando vemos uma criança se deliciar um picolé?

Pegue a minha mão e podemos descobrir juntas!

Para a arte de estar presente ou o que chamamos de Mindfulness há um convite de visitar-se, sabe quando você visita alguma colega ou família?

Seria isso, só que quem se senta à mesa com você para um café ou chá sãos seus pensamentos, sensações do corpo e emoções.

Visitar-se nem sempre é tão prazeroso como belo café da tarde com pão de queijo e doce de leite. Já que recebemos mensagens com frequência de que o corpo não é confiável e nosso corpo guarda histórias daquilo que vivemos e podem ter cantos escuros que nem ousamos tocar.

Nosso corpo está sempre apontando o caminho

Paz pode ter um sabor de visitar-se com carinho, sem correria, sem agenda e com uma curiosidade de quem descobre uma flor/folha diferente.

Quando passamos a nos visitar fica mais claro que existe uma conversa interna, estamos sempre enviando mensagem para o nosso corpo e ele sempre respondendo.

Tudo o que pensamos nosso corpo escuta

Você está mais para um general com o seu corpo dando ordens ou uma mãe carinhosa que ouve e valida às necessidades? Se você respondeu a segunda é um das poucas e pode nos ajudar a compreender qual é o impacto disso. Se você concordou com a primeira, apenas se junte a maioria de nós.

Essa voz general tem um autocritica severa que machuca, e descreve a si mesma de maneira austera.

Quero contar uma história para você, há 3 anos eu, meu namorado e nossas duas dogs decidimos devolver o apartamento que morávamos no interior de São Paulo e viver móvel pelo Brasil, e recentemente alguém me marcou nas redes sociais e descreveu assim “corajosa e destemida”, pensei “Uauu” que palavras gostosas essas, meu corpo-coração sendo corajoso e destemido, será que tenho dito isso a ele?

Caso seja confortável você pode se perguntar: o que seu corpo-coração anseia para que você reconheça ou diga a ele como um sussurro?

Conforme vamos nos encontrando por essas palavras estamos mais próximas do que de fato significa a experiência de paz.

E a paz vai fornecendo o mapa do que afinal é meditar, meditação ou mesmo Mindfulness.

Podemos definir como a abertura com curiosidade que nos faz reengajar com a vida desabrochando momento a momento.

  • Sentir o aroma do café enquanto você coa
  • Sentir a textura do pelos do seu cachorro ou gato
  • A sensação de alívio de ir ao banheiro
  • A água passando por uma garganta seca e saciando a sede
  • A primeira garfada daquele doce maravilhoso que produz um “hummm”

Meditar também é a abertura:

  • Para como aquela mensagem do WhatsApp provoca um aperto na garganta
  • A consciência da tensão nos ombros
  • Do local da dor de cabeça
  • O impacto de uma mente que nunca descansa

Podemos perceber que essa atenção curiosa não é seletiva, como se tudo tivesse espaço para ser percebido e cuidado.

Como um descanso de ter que mudar a si mesma, os outros ou qualquer situação. Isso não quer dizer que desistimos, apenas que agora estamos de fato no caminho de ler o que está acontecendo agora e ir em direção às decisões inteligentes e amorosas

Compartilho com vocês duas frases de pessoas queridas no Mindfulness:

“Enquanto você estiver respirando existem mais coisas certas do que erradas sobre você” Jon Kabat-Zin

“Mindfulness é apenas perceber as coisas ativamente” – Ellen Langer

Quando você olha para imagem abaixo, se aproximando das cores, texturas, formatos, enovelamento você está treinando Mindfulness, simples assim.

Estamos sempre à uma respiração, um olhar atento da presença

Como transformamos nosso encontro de hoje em um modo prático para seu dia a dia:

  1. Despir-se de ideias concebidas de que a paz é como um comercial de TV
  2. Indagar ao seu corpo-coração “Do que você precisa agora?” (tudo bem se a resposta não for clara, continue curiosa e se perguntando)
  3. Se você descobriu que precisa descansar ou de uma pausa, segue links que podem ser úteis – para acessar basta clicar no link no pc ou pelo celular baixar gratuitamente o app Insight Timer.

 

  1. Se você descobriu que precisa de mais carinho e cuidado, seguem links preciosos (também estão no app Insight Timer que é gratuito)
  1. Caso tenha descoberto algo diferente pode combinar com você mesma que irá oferecer a si assim que possível aquilo que precisa.

 

Despeço-me de você e fico disponível nas minhas redes sociais @nutricionista_antidieta ou pelo e-mail: [email protected]

 

E pelos livros e materiais Inspiradores:

– 12 contos de Mindfulness e Mindful Eating – https://sun.eduzz.com/1206533

– MiniGuia de Mindfulness – https://sun.eduzz.com/1809696

 

Com Carinho, Driele Quinhoneiro

 

 

Você pode gostar

Deixe um comentário